5.5.17

Filme e Livro: A Cabana


Oi gente, tudo bem? Para os amantes de livro sabem o quanto é diferente a nossa imaginação quanto ao filme não é verdade? E principalmente nesse livro, por ser de ficção, e voltar ao passado para contar o que realmente aconteceu com a filha perdida. A história é uma lição de vida para Mack, que não recuperou a sua dor com o que aconteceu, e vive se martirizando por isso, culpando a Deus pela tragédia que aconteceu. Me surpreendi foi como o filme foi fiel ao livro.

SINOPSE DO LIVRO/FILME:

A Cabana é um livro escrito pelo autor Willian P. Young, e conta a história de Mackenzie Allen Phillips, um homem que vive sob o peso da experiência de sua filha Missy de 6 anos ter sido raptada durante um acampamento em um fim de semana. Mack tem três filhos, e a mais nova (Missy) foi sequestrada por questão de pouco tempo, quando seu outro filho estava se afogando. A menina nunca foi achada, mas foi encontrado indícios de que a mesma havia sido assassinada em uma cabana perdida na montanha. Mack recebe um convite para voltar a este mesmo lugar para obter resposta sobre o que aconteceu, e então encontra com Deus para se redimir a esse sofrimento que lhe atormenta durante todo esse tempo. O filho e o Espírito Santo ajudam Mack a encontrar o caminho da luz, apagando toda a mágoa que ele sentia e o julgamento sobre todas as coisas que levavam o mesmo à escuridão.

RESENHA - O QUE ACHEI DO LIVRO/FILME: 

Em primeiro lugar, o livro e o filme são realmente maravilhosos, e superou as minhas expectativas. O livro é tão bom quanto o filme, apesar de deixar a minha mente confusa às vezes por causa do passado e presente. Pelo menos comigo isso aconteceu. Mas com o tempo fui entendendo o tempo cronológico de cada acontecimento. A história é surpreendente, e me comoveu muito a lição para Mack, assim como pode acontecer a qualquer pessoa como um conflito interno: porque isso aconteceu logo comigo?Acredito que quase tudo tem um motivo para acontecer. Algumas coisas simplesmente acontecem por obra do destino, outras por obra do acaso. No caso do livro/filme foi uma obra do acaso, pois Deus explica a Mack que tem coisas que não dão para explicar, simplesmente acontecem. Deus diz: ame ao seu próximo, como se fosse seu irmão, mesmo que ele tenha errado inúmeras vezes. Perdoe e tudo ficará bem. Para Mack, era necessário que ele perdoasse até o assassino para se livrar de uma vez desse peso que carregava, e assim levantar a cabeça e conseguir ir adiante.

Achei linda história do livro, e o filme também! É emocionante! 
Recomendo os dois! 

Géu Cerqueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário