16.6.16

Resenha: Como eu era antes de você.


Oi pessoal, tudo bem? Esse livro me despertou o interesse logo pelo nome quando eu o vi pela internet, e não sabia desse boom. Depois de um tempo decidi ir na saraiva e quando vi já estava cheio dele. Então, quando pesquisei vi que ia lançar o filme e fiquei doida pra ler logo. Como hoje foi a estréia do filme, e gostei muito do livro decidi assistir hoje mesmo o filme. E pra começar, nunca é a mesma coisa o livro e o filme. Pra quem tem costume de ler o livro antes e assistir o filme depois sabe como é isso. E claro, porque o filme não pode se apegar a muitos detalhes, pois senão o filme duraria três horas.

Sinopse do livro: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Sua vidinha ainda inclui o trabalho como garçonete num café de sua pequena cidade - um emprego que não paga muito, mas ajuda com as despesas - e o namoro com Patrick, um triatleta que não parece muito interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de ter sido atropelado por uma moto, o antes ativo e esportivo Will agora desconta toda  sua amargura em quem estiver por perto. Sua vida parece sem sentido e dolorosa demais para ser levada adiante. Obstinado, ele planeja com cuidado uma forma de acabar com esse sofrimento. Só não esperava que Lou aparecesse e se empenhasse tanto para convencê-lo do contrário. Uma comovente história sobre amor e família, Como eu era antes de você mostra, acima de tudo, a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado.

Simplesmente, me apaixonei pelo livro. Não conseguia parar de ler no primeiro dia, e a cada capítulo me prendia pra saber como seria o final. Livro de romance me prende muito. A partir do momento em que Lou se declara para Traynor e promete fazer ele feliz por toda a vida dele, e ele simplesmente se nega a isso, dizendo que não adiantava viver essa vida porque ele já não era ele mesmo, fiquei triste e chorei de verdade (sou melosa mesmo) até terminar o livro. Will tenta mudar a cabeça de Lou, pois Lou achava que viver na cidade em que sempre viveu era o bastante, e não queria conhecer outros lugares e nem fazer uma faculdade. Will aconselha que ela o viva o bastante, dizendo que a vida é uma só, e temos que curtir tudo que temos pra viver. Incentiva também a ela cursar algo que gostasse, dizendo que ela é inteligente e tem potencial, e poderia cursar algo que gostasse. Então, ela começa a cursar algo relacionado a moda. Lou começa a enxergar horizontes diferentes, e amadurece muito quando conhece Will. Ela mudou o seu conceito de muitas coisas da vida, e essa que é a moral da história. Devemos crescer diante das dificuldades, e contornar os obstáculos mesmo que o final seja triste ou feliz. O livro é encantador, apaixonante e dramático. 

No filme conta basicamente isso, mas corta algumas partes que achei importante. Então, para quem não leu o livro pode ficar sem entender. Como o pai de Lou que perdeu o emprego antigo que ganhava pouco, e então Will conseguiu um emprego novo para o pai de Lou na empresa do pai dele, o Sr Traynor. Lou é chamada pra morar com o namorado, por causa dos problemas familiares, e então quando ela diz que não vai poder passar as férias com o namorado por causa da viagem com Will, eles terminam, por isso Lou e Will se beijam na viagem. E teve outras partes que alteraram, que achava que não tinha necessidade alterar, mas que não muda a história. O filme é lindo também, mas deixou muito a desejar quanto ao livro.

Espero que vocês se apaixonem e se emocionem também pelo livro e pelo filme. 

Beijos.

Géu Cerqueira.

2 comentários:

  1. Olá!
    Infelizmente o filme nunca será igual ao livro, dá até pra entender pois se não, como vc disse, o filme duraria 3 horas...só não acho certo quando partes importantes são cortadas!
    Eu amei esse livro e não vejo a hora de assistir ao filme, todo mundo tá falando muito bem!

    Beijos, Bá.
    http://cafecomlivrosblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bárbara! É muito bom o filme também! Um Beijo.

      Excluir